Arquivo do Fórum Nintendo Blast

Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!
Arquivo do Fórum Nintendo Blast

    Quais são as particularidades linguísticas de suas cidades?

    Compartilhe
    avatar
    The Legend of Ian
    Membro Nv.8
    Membro Nv.8

    Karma Karma : 29
    Posts Posts : 100

    Quais são as particularidades linguísticas de suas cidades?

    Mensagem por The Legend of Ian em Dom 28 Ago 2016, 14:39

    Alô alô, graças a Deus!
    Então, criei esse tópico por conta de uma pequena curiosidade minha em relação às falas, gírias e afins que existem no Brasil afora. Como a maioria dos usuários aqui é do Sudeste/Sul (pelo menos segundo aquele tópico que rolou há um tempo atrás), achei que seria legal se a gente compartilhasse nossas "particularidades linguísticas" aqui Very Happy 
    Vou dar alguns exemplos das minhas:
    (Só pra constar: sou do interior da Bahia)



    • Eu sei que no Rio isso é conhecido como sacolé e em São Paulo, chup chup (pelo menos segundo uma amiga minha de lá). Aqui na Bahia, chamamos de geladinho. Pois é, só um pouco diferente




    • Descobri que até em Salvador as pessoas conhecem esse bolo como bolo de macaxeira. Eu, pelo menos, cresci chamando isso de bolo de puba




    • T, simplesmente isso. Quando descobri que as pessoas chamavam isso de benjamim tive que parar alguns minutos pra assimilar a novidade



    • Bisoito, e não bolacha. É muito difícil ver alguém falando bolacha, na verdade


    Algumas "gírias":

    • Leshell - esse eu nem sei como escreve, tô chutando que deve ser assim. Alguns amigos de Salvador começaram a falar e quando perguntei o que era, ele começaram a me olhar como se fosse um alienígena. Segundo eles, significa uma coisa velha, ultrapassada e ruim, como um carro bem antigo. "Olha aquele carro leshell!" foi uma das frases que ouvi
    • Paracé - fiquei realmente chocado quando falei uma frase com essa palavra e algumas pessoas me olharam com uma cara do tipo "Oi?". Significa "palhaçada", "presepada". Como "Mas olha só que parecé" (quando uma pessoa está sendo muito dramática, por exemplo), ou "Deixa de paracé!". Rola a variação "paracezento" também. Ex: "Deixa de ser paracezento!". Também uso paracé pra descrever uma coisa com muitos detalhes ou elaborada demais. Eu, por exemplo, amo os tênis da All Star, mas não gosto quando eles vêm cheios de paracé (como cores extravagantes, glitter e etc)
    • Meu rei - não sei se rola esse cumprimento fora da Bahia. E pra falar a verdade, é difícil ver jovens falando isso, normalmente são as pessoas mais velhas que usam. Ex: "Diga, meu rei!"
    • Massa - tá, esse eu jurava que era algo nacional, mas uma amiga minha de SP nunca tinha ouvido massa dessa forma (até achei q era brincadeira no início). Seria um equivalente a "legal". Ex: "Pô, que massa!"
    • Oxente - o que seria uma vida sem o clássico oxente? Tudo bem que hoje a galera fala bem mais o oxe, pra simplificar. Pode ser usado como uma palavra que expressa surpresa, creio eu. Como "Oxe, pra onde vc vai?", ou "Oxe, que maluquice é essa?"
    • Retado - esse eu acho que é particular da Bahia, mas, como sempre, não tenho certeza. Significa "bravo" ou "irritado". Ex: "Tô retado com você!". Também rola a variação pro verbo retar
    • Cacete armado - "improvisado", "mal feito". Também já ouvi sendo usado como sinônimo de prostíbulo
    • Sacanagem - eu sei que essa palavra também tem um sentido meio promíscuo, mas essa não foi a primeira definição que eu aprendi dela. Vou imaginar uma situação, para pode explicar melhor: digamos que eu e um amigo decidimos fazer uma aposta e quem perder deve dar uma certa quantia de dinheiro ao vencedor. Eu ganho e, quando vou pegar o dinheiro, ele diz que não vai me dar. Aí eu solto um "Pô, véi, sacanagem", ou "Deixe de ser sacana!"


    Extra: no Sul e Sudeste, se eu não me engano, as pessoas usam o artigo antes de nomes próprios. Ex: "Vou pra casa da Maria", ou "Vou falar com o João". Aqui na Bahia (ou pelo menos no Nordeste, não tenho certeza), não é comum que esses artigos sejam usados. A gente fala "Vou pra casa de Marcos", "Falei com Joana".

    E basicamente é isso aí. Se eu lembrar de outras expressões, posto. E vocês? Quais são as particularidades linguísticas de suas cidades? Smile

    Reiterando: não sei se essas expressões são usadas só na Bahia (o que eu acho difícil) ou se são super comuns em todos os estados (o que eu também acho difícil). Postei as que eu acredito que não sejam muito faladas Brasil afora.
    avatar
    Math_Geek
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 3267
    Posts Posts : 8349

    Re: Quais são as particularidades linguísticas de suas cidades?

    Mensagem por Math_Geek em Dom 28 Ago 2016, 15:37

    Eu moro no Pará, e aqui também tem várias expressões bem peculiariares.

    Égua: isso mesmo, a mulher do cavalo -q. Isso normalmente é usado para representar surpresa, da mesma forma como usam "caramba" em outros lugares. Ao invés de falarem "caramba, você está muito atrasado", falam "Égua, tu estás muito atrasado" por aqui. Acho que Eras tem o mesmo sentido ("Eras, tu estás  muito atrasado").
    Engraçado que a gíria foi internetizada e escrevem "egg" como se fosse "égua" ("egg, tu estás muito atrasado")

    De Rocha: tem o mesmo sentido de "é sério?" ou "é isso aí". Usam para dar entonação em uma afirmação, como "de rocha que você disse isso?" ou "-me disseram que esse filme é muito bom. -De rocha!".
    De forma resumida escrevem "dirox" ou "dirocha" e por aí vai.

    Carapanã: são os mosquitos que picam a pele para sugar o sangue, vulgo Pernilongo ou Muriçoca.

    Chop de frutas: não é bebida alcoólica, e sim a forma como chamam o tal "geladinho" aqui.

    Malaco: é como chamam pessoas que parecem ser ladrões. Não sei se chamam assim em outros lugares, mas nunca tinha escutado antes.

    Mandioca: o que no sudeste costumam chamar de mandioca aqui chamam de Macaxeira. Mas mandioca existe, e é uma planta venenosa -q.

    Devem ter outras, mas de pronto lembro só dessas aí mesmo Razz
    avatar
    blordello
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 357
    Posts Posts : 2389

    Re: Quais são as particularidades linguísticas de suas cidades?

    Mensagem por blordello em Dom 28 Ago 2016, 15:44

    Passando só pra dizer que Bixxxxxcoito ftw.

    RJ >>>>>>
    avatar
    Pedrock
    Veterano Nv.35
    Veterano Nv.35

    Karma Karma : 350
    Posts Posts : 1401

    Re: Quais são as particularidades linguísticas de suas cidades?

    Mensagem por Pedrock em Dom 28 Ago 2016, 15:52

    Moro na divisa MG-SP. Tem um amigo meu que veio de Contagem, já faz 7 anos e eles chamam pão francês de pão de sal. Eles dizem que é muito comum na região de Belo Horizonte, e por MG todo também, mas nunca chamei assim.
    Na minha escola (SP, 7km da minha cidade de MG) chamavam o geladinho de juju, e aqui em minas de chup-chup.
    Por aqui é bolacha 100% das vezes, biscoito é só de polvilho. E também costumamos usar muito "massa".
    Aqui imagino que falem bolo de mandioca, mas pra ser sincero, nunca vi ninguém comer um :v
    Tinha uma moça da minha sala ano passado que veio de Pernambuco, e ela falava desse jeito que você comentou no fim do seu post "Vou pra casa de Letícia".
    A palavra sacanagem por aqui é usada nos dois sentidos.
    Mas tem cada coisa que eu nunca tinha ouvido falar, retado, paracé, de rocha, LESHELL... whoa
    avatar
    vits
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 2542
    Posts Posts : 4922

    Re: Quais são as particularidades linguísticas de suas cidades?

    Mensagem por vits em Dom 28 Ago 2016, 16:13

    Hmmm.... Aqui em Curitiba não tem muitas, mas as que tem são bem diferentes do que eu estava acostumado, como:

    Vina: Por algum motivo eles chama salsicha disso ai, chega a ser um pouco ridículo as vezes, como atendentes do mercado se fazendo de desentendidos quando você pergunta pelo nome comum.

    Piá: É usado no lugar de menino ou moleque, no começo eu não entendi direito e achei que as curitibanas eram muito abertas quanto ao sexo, para ficaram chamando todo mundo de "P.A".

    Barreado: É um prato feito com carne desfiada, em São Paulo a gente chamava isso de "Boi dinamitado", honestamente o nome paulista é bem mais legal.

    Capaz!: Seria algo como "sério!" ou "de verdade?".
    avatar
    Math_Geek
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 3267
    Posts Posts : 8349

    Re: Quais são as particularidades linguísticas de suas cidades?

    Mensagem por Math_Geek em Dom 28 Ago 2016, 16:42

    Aqui chamam pão francês de "pão careca", o que me faz ter nojo dos outros pães por pensar que neles tem cabelo.
    Pior ainda é que "baguete" aqui se chama "bengala" -q
    avatar
    Mazza
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 889
    Posts Posts : 1992

    Re: Quais são as particularidades linguísticas de suas cidades?

    Mensagem por Mazza em Dom 28 Ago 2016, 17:51

    Pessoalmente, só lembro que mandioca/macaxeira se chama "Aipim" aqui no Rio de Janeiro. Nunca vi outro nome sendo usado para essa raiz dentro do estado.
    avatar
    Felipe_Vieir4
    Special Blast
    Special Blast

    Karma Karma : 1799
    Posts Posts : 4209

    Re: Quais são as particularidades linguísticas de suas cidades?

    Mensagem por Felipe_Vieir4 em Dom 28 Ago 2016, 17:59

    @Mazza escreveu:Pessoalmente, só lembro que mandioca/macaxeira se chama "Aipim" aqui no Rio de Janeiro. Nunca vi outro nome sendo usado para essa raiz dentro do estado.
    Eu ia falar isso. Toda vez que alguém fala macaxeira eu demoro 3 anos pra entender do que se trata. Sem contar que eu sempre troco macaxeira com o termo do resto pra tangerina (que eu nem lembro -q)
    avatar
    Math_Geek
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 3267
    Posts Posts : 8349

    Re: Quais são as particularidades linguísticas de suas cidades?

    Mensagem por Math_Geek em Dom 28 Ago 2016, 18:28

    @Felipe_Vieir4 escreveu:
    @Mazza escreveu:Pessoalmente, só lembro que mandioca/macaxeira se chama "Aipim" aqui no Rio de Janeiro. Nunca vi outro nome sendo usado para essa raiz dentro do estado.
    Eu ia falar isso. Toda vez que alguém fala macaxeira eu demoro 3 anos pra entender do que se trata. Sem contar que eu sempre troco macaxeira com o termo do resto pra tangerina (que eu nem lembro -q)
    bagaço?
    avatar
    Mazza
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 889
    Posts Posts : 1992

    Re: Quais são as particularidades linguísticas de suas cidades?

    Mensagem por Mazza em Dom 28 Ago 2016, 18:31

    @Felipe_Vieir4 escreveu:
    @Mazza escreveu:Pessoalmente, só lembro que mandioca/macaxeira se chama "Aipim" aqui no Rio de Janeiro. Nunca vi outro nome sendo usado para essa raiz dentro do estado.
    Eu ia falar isso. Toda vez que alguém fala macaxeira eu demoro 3 anos pra entender do que se trata. Sem contar que eu sempre troco macaxeira com o termo do resto pra tangerina (que eu nem lembro -q)
    E "Mexerica", não e? Lembro dessa palavra, mas por um motivo ridículo: Há anos atrás, minha mãe assistia uma edição do Big Brother onde os participantes cantavam músicas sobre tangerinas, mas usavam esse termo. Eu ficava numa sala ao lado fazendo outras coisas e escutando a TV, mas não sabia que diabos era a tal Mexerica.
    avatar
    Zuado Pela Vida
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 702
    Posts Posts : 3089

    Re: Quais são as particularidades linguísticas de suas cidades?

    Mensagem por Zuado Pela Vida em Dom 28 Ago 2016, 19:24

    Eu não faço a mínima ideia sobre o que falamos por aqui no ES que seja uma "particularidade linguística", mas vou falar do que estou lembrando no momento:

    Pegar e Saltar do ônibus - quando vamos embarcar em um ônibus dizemos que vamos "pegá-lo" e para desembarcar dizemos que vamos "saltar".
    Chapoca - serve para dar ênfase no tamanho de algo dizendo que aquilo é muito grande.
    Podrão - não sei bem explicar esse... é tipo sair para comer algo em um bar ou lanchonete após o término de um casamento, formatura, etc.
    (Ir para) Rock - não interessa se você vai para um lugar que toca funk, pagode, sinfonia de beethoven ou só vai à uma churrascaria, qualquer lugar que você for para se divertir é chamado de Rock.
    Catar ou Panhar - quando alguém manda catar ou panhar algo, significa que é para você pegar alguma coisa. Catar também é sinônimo de furto, assim como panhar pode ser usado de um jeito vulgar para dizer que "pegou" uma mulher.
    Cidade - os moradores mais antigos daqui não falam "vou ao Centro de Vitória", eles dizem "vou na cidade". Basta ter alguns prédios e lojas que o lugar passa a se chamar "cidade".
    - equivalente ao "uai" mineiro.
    (Mó) Palha(o) - significa que algo é fraco ou ruim.
    Pocar - dizem que é um verbo exclusivamente capixaba, por assim dizer. Significa que algo "estourou", tanto no sentido da palavra mesmo, quanto para dizer que algo foi um sucesso. Foi engraçado o Paul McCartney falando isso haha
    avatar
    Felipe_Vieir4
    Special Blast
    Special Blast

    Karma Karma : 1799
    Posts Posts : 4209

    Re: Quais são as particularidades linguísticas de suas cidades?

    Mensagem por Felipe_Vieir4 em Dom 28 Ago 2016, 19:53

    @Mazza escreveu:
    @Felipe_Vieir4 escreveu:
    @Mazza escreveu:Pessoalmente, só lembro que mandioca/macaxeira se chama "Aipim" aqui no Rio de Janeiro. Nunca vi outro nome sendo usado para essa raiz dentro do estado.
    Eu ia falar isso. Toda vez que alguém fala macaxeira eu demoro 3 anos pra entender do que se trata. Sem contar que eu sempre troco macaxeira com o termo do resto pra tangerina (que eu nem lembro -q)
    E "Mexerica", não e? Lembro dessa palavra, mas por um motivo ridículo: Há anos atrás, minha mãe assistia uma edição do Big Brother onde os participantes cantavam músicas sobre tangerinas, mas usavam esse termo. Eu ficava numa sala ao lado fazendo outras coisas e escutando a TV, mas não sabia que diabos era a tal Mexerica.
    Isso, mexerica
    E o pior que eu lembrei agora é que as vezes as pessoas falam aipim e mandioca numa mesma frase que parecem que são coisas diferentes -q
    E bagaço parece que é resto da fruta, lol

    E Zuado, dessas dai eu acho que são normais (pelo menos por aqui) pegar o ônibus, podrão, catar no sentido de pegar algo (não panhar e nem pra ser roubado -q) e bastante gente se refere ao centro como cidade.
    E eu também não sei o que é exclusivo daqui também não, é dificil falar isso -q
    avatar
    Math_Geek
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 3267
    Posts Posts : 8349

    Re: Quais são as particularidades linguísticas de suas cidades?

    Mensagem por Math_Geek em Dom 28 Ago 2016, 21:04

    @Felipe_Vieir4 escreveu:E bagaço parece que é resto da fruta, lol
    mas ué você falou "Sem contar que eu sempre troco macaxeira com o termo do resto pra tangerina" .-.
    avatar
    Nujaka Knight
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 712
    Posts Posts : 3902

    Re: Quais são as particularidades linguísticas de suas cidades?

    Mensagem por Nujaka Knight em Dom 28 Ago 2016, 21:13

    Pitdog



    Os melhores sanduíches da cidade, vc encontra nesses lugares.
    avatar
    Marcio1000
    Veterano Nv.MÁX
    Veterano Nv.MÁX

    Karma Karma : 1523
    Posts Posts : 8022

    Re: Quais são as particularidades linguísticas de suas cidades?

    Mensagem por Marcio1000 em Dom 28 Ago 2016, 21:18

    Bom aqui na minha cidade (Viamão-RS) acho que não tem nada de diferente do resto do estado, exceto que aqui nós nos referimos ao centro da cidade pelo nome dela. Ou seja, não falamos "eu vou no centro" falamos "eu vou em Viamão" (Falamos isso mesmo morando aqui). Mas nós falamos "Eu vou no centro" também, porém falamos isso apenas ao se referir ao centro de Porto Alegre.

    De resto, pelo que me lembro é o mesmo do resto do RS. Pão francês é cacetinho, Mandioca é Aipim e principalmente, Biscoito é Bolacha.

    EDIT: Lembrei de mais uma, mas essa não é exclusiva da minha cidade, pois os porto-alegrenses falam tmb (Acho que o resto da região metropolitana tmb) que é minhocão (Ou ônibus minhocão pra ficar menos homo) é como nos referimos aos ônibus articulados. Se eu lembrar de mais posto de novo

    Conteúdo patrocinado

    Re: Quais são as particularidades linguísticas de suas cidades?

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Qua 13 Dez 2017, 05:26